O que fazer diante da Crise?

Como o Covid-19, esta afetando os empresários? E o que fazer diante deste cenário?

Estamos em um grande momento de pressão. Como gerir tudo sem ser abalado?

Psicologicamente falando é hora de apoio e fisicamente é hora do máximo de cuidados. Para reforçar, estamos recebendo informações sobre isso constantemente e você pode ficar por dentro no site da OMS e em portais de informação, além das recomendações de cuidado que estão sendo veiculadas por toda mídia. Não deixe de se cuidar!

Mas, diante das portas fechadas, dos cancelamentos de contratos e demais danos causados pelo Covid-19 às empresas, como se manter? Quais as medidas? O que tem sido feito? Quais os aliados e inimigos nessa hora?

IMPORTANTE: aqui não existe certo ou errado. Sem julgamentos, vamos trocar ideias sobre o cenário, cada empresa, cada empresário e cada funcionário afetado sabe o que vem passando!

Empréstimo para empresas

Diante do cenário atual, foi no empréstimo empresarial que alguns donos de empresa encontraram a solução para passar por esse período de quarentena.

Em uma medida de gestão de crise para diminuir o impacto da pandemia do novo coronavírus na economia, o Banco Central anunciou a linha emergencial de empréstimos para pequenas e médias empresas custearem a folha de pagamento de seus colaboradores.

As empresas não podem usar o empréstimo para outros fins senão o pagamento de seus funcionários, por isso, o dinheiro cai diretamente na conta de cada colaborador.

Podem requisitar o financiamento empresas com faturamento anual entre 360 mil a 10 milhões e fica proibido o uso desse dinheiro para fins de demissão. Além disso, as empresas que optarem pelo empréstimo devem resguardar seus colaboradores durante os 2 meses do programa.

Mais informações aqui.

Demissão em massa

Infelizmente, essa é a realidade de algumas empresas e colaboradores.

Devido ao impacto gerado pela pandemia, a necessidade de baixar as portas e o corte de gastos que levam a cancelamento de contratos, a demissão tem sido presente nas notícias do dia a dia.

Algumas empresas não encontraram outra solução senão tomar medidas extremas como essa.

No mesmo cenário de demissões, algumas empresas estão divulgando listas com os colaboradores desligados para que estes sejam vistos e recolocados o mais rápido possível por empresas que possuem o processo de contratação em atividade.

IMPORTANTE: se você tem uma empresa e procura profissionais, consulte as listas abaixo. E se quiser nos mandar mais listas fique à vontade, teremos prazer em publicar.

Gestão de crise: O uso da internet e das mídias sociais como aliados

O único jeito de estarmos perto uns dos outros ultimamente tem sido por meio de ligações, chamadas de vídeo, lives etc.

Com isso, pensando na gestão de crise, ferramentas como Instagram, Tik Tok, Facebook, Whatsapp, Telegram e outros, tem sido grande aliados da maioria dos negócios atualmente. Então, em meio a esse momento que nos obriga a viver em isolamento social, é necessário reinventar e explorar todas as possibilidades disponíveis.

Empresas estão investindo em canais digitais para se posicionar, informar e se aproximar dos usuários.

Você já deve ter reparado o aumento de cursos grátis, livros, assinaturas, e outros conteúdos disponibilizados gratuitamente na internet. Essa foi a maneira que diversas empresas encontraram para se posicionar, ajudar e fortalecer suas marcas nesse período.

É um período de crise, mas você pode trabalhar a sua marca se houver a oportunidade. Utilize e explore os canais digitais. A internet nos entrega muitas possibilidades, esteja aberto a elas.

Campanha de venda durante a pandemia do novo coronavírus

Assim como vemos diversos conteúdos grátis e várias campanhas voltadas a diminuir a ansiedade causada pelo isolamento, vemos também anúncios de vendas na internet e a pergunta que insiste em rondar empresários e toda equipe é: eu posso vender durante a pandemia?

Bom, como já dito, não estamos aqui para julgar ou apontar o que é certo e errado, mas precisamos entender que nós agora estamos preocupados com nossa saúde acima de tudo.

Sabemos que sem capital nenhuma empresa sobrevive no mercado. Porém, para que o seu público se torne consumidor do seu produto ou serviço é necessário fornecer uma ótima experiência de marca a eles.

Durante tempos como esse, é necessário conhecer bem a sua audiência e não frustrar a experiência dela com a sua marca.

Usar a pandemia como oportunidade para lucratividade não é um bom caminho. Mas, ninguém impede você de seguir com suas estratégias de vendas. No entanto, você deve analisar seu público, seu cenário e verificar se o que você tem a oferecer vai solucionar o problema de alguém durante esse período.

Ninguém entende mais do seu negócio do que você mesmo.

DICA: use este momento para fortalecer sua marca e entenda que fortalecimento não está ligado somente à vendas. Seu público estará satisfeito e lembrará positivamente de você no momento pós crise se agora você tiver um bom posicionamento.

Devo me posicionar durante a pandemia?

No tópico acima, falamos sobre posicionamento. Mas, é importante entender que você só vai se posicionar e expor sua empresa se você quiser. Repetindo, ninguém conhece mais a sua empresa do que você.

Se você acredita que pode contribuir com esse momento se posicione, mas se você não se vê como uma empresa que vá agregar em algo, não há mal algum em “ficar quieto no seu canto”.

É melhor não se posicionar do que se contradizer mais tarde, ou colocar a sua ou a imagem do seu negócio em jogo. Não se sinta pressionado a dizer algo só porque várias empresas estão dizendo.

Pense no poder da mídia, as informações chegam muito rápido.

Quem é meu inimigo?

Não tem muito o que enrolar aqui, o seu maior inimigo é você mesmo e as suas decisões, é o vírus, o mercado… Você escolhe se posicionar ou não, vender ou não, demitir ou não, e deve arcar com as consequências das suas escolhas, e elas podem ser boas ou não.

E quem vai saber disso? Novamente você. Você precisa ter clareza agora, se conhecer, conhecer seu negócio e sua audiência.

A gestão de crise é realmente difícil, são muitos fatores em jogo. Então pare, pense, analise, use sua equipe, escute-os, conheça seu público. Sabemos que o isolamento está bloqueando nossa ideias, nos causando angústia, estresse, ansiedade. Por isso, pare um pouco, impulsividade agora não ajuda.

A gestão de crise em tempos de pandemia não é fácil, mas é necessária. Tome as medidas que forem cabíveis ao seu negócio e tente minimizar os impactos.

IMPORTANTE: Pense no pós crise. Não estávamos preparados para uma pandemia, mas devemos estar estruturados para o que virá quando tudo isso passar.

Tente reduzir os impactos causados pela pandemia

Como falamos durante o artigo, não somos especialistas em pandemia nem tampouco no novo coronavírus. A intenção deste conteúdo é trazer ao público algumas ideias sobre a gestão de crise e tentar minimizar os danos causados por tudo isso.Vimos que a força da internet e suas infinitas possibilidades tem tomado conta do cenário e ajudado algumas empresas a darem continuidade em suas atividades, como é o exemplo do trabalho remoto. Portanto, se vale uma dica, explore os canais digitais, use as ferramentas disponíveis no mercado, converse com pessoas que podem ajudar você a fazer o melhor uso de plataformas e ferramentas.

E aí, gostou da leitura?Quer nos falar algo? Fique à vontade em nossos canais digitais, vamos conversar. Mesmo isolados, ninguém está sozinho nessa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *